Pular para o conteúdo principal

Filho da Pátria

Filho da Pátria ( João/John Ny)

Roubaram o seu dinheiro e te chamam, ladrão

Foi deixado na jaula por causa do milhão

Acusações, bobagens, calma aí, irmão

Pilantra ou filho da pátria...opa! Conhecem seu coração

Se derramam aí
 

Quem vivem em diversão

E quem se vai pra bem longe e quem fica na mão?

Pilantra ou filho da pátria...conhecem teu coração?
 

Dizem que o céu é o caminho

E quem te acusa

em vão?

Que tripartite estranha

Quem te chama de cão?

Pilantra ou filho da pátria...

Pague pela transgressão

E ainda amargue

 Sua vida

Em solidão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DesEncontro de Gêneros

Era uma vez, em um dia qualquer, num passado não tão distante; entretanto, quase esquecido
O Romantismo, ainda jovem, aliado ao Drama e às paixões da Aventura revolucionária ainda bem antes daquele emblemático dia 14, convencia a Ação de que o Terror, em sua fase de formação, participaria de tal distinto encontro, entretendo todos os mais dispostos e favoráveis às causas dos desbravadores oprimidos. É bem verdade que na incompleta capacidade de se expressar, somada à sua tímida experiência com assuntos do gênero, doses da Simpatia e do Afeto também seriam avistados passeando livremente pelo amplo e iluminado salão do baile ao som da grandiosa ópera moderna. Antigos elementos como o Lirismo Amoroso e Trovadoresco, que abririam caminhos repletos de requinte para o pomposo, maduro e controverso Classicismo, o qual declarava sua afinidade com o individualismo e com a valorização da beleza e elementos tão mais antigos, passando a enxergar em si próprio alguém que deveria buscar equilíbrio f…