Pular para o conteúdo principal

Tarde de domingo

Deitada em uma varanda 
Como uma cena de amor
Em uma tarde de domingo
Num dia de "Verão"

Seu olhar especial
Ela encarava o céu azul
Que lindos olhos

Há muito tempo, que visão
Com nuvens brancas dispersas pelo vento
O sol veio aquecer seu " coração"
Eu fiquei tonto 
Eu me vi tão "lento"

Sua beleza me deixou assim
Eu quis que o sonho fosse eterno
Meu tempo estava no fim
E eu estava preso neste "inverno"

Da esperança a uma linda lembrança
Para acender a chama solitária
Tão profunda em meu coração
Meu anjo "eterno"

Johnny.

Comentários

  1. Poema de um apaixonado!! Lindos versos! Parabéns!!
    Bjs ... Inês

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Encontro entre Gêneros

Encontro entre Gêneros Era uma vez: o Romantismo, ainda jovem, aliado ao Drama e às paixões da Aventura Revolucionária ( um excesso de entusiasmo) ainda bem antes daquele emblemático dia 14, convencia a Ação de que o Medo, ainda em sua fase de formação, participaria de tal distinto encontro, entretendo todos os mais dispostos e favoráveis às causas dos desbravadores oprimidos. É bem verdade que na incompleta capacidade de se expressar, somada à sua tímida experiência com assuntos do gênero, doses da Simpatia e do Afeto também seriam avistados passeando livremente pelo amplo e iluminado salão do baile ao som da grandiosa ópera moderna. Antigos elementos como o Lirismo Amoroso e Trovadoresco, também a princípio com uma pitada de requinte e cordialidade, abririam caminhos repletos de excelência e delicadeza para o pomposo, maduro e controverso Classicismo, o qual declarava sua afinidade com o individualismo e com a valorização da beleza e elementos tão mais antigos, passando a enxergar …