Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

THE MORNING SUN

I woke up early to see the sun and the blue sea Thinking about what made you touch my heart That was You and I together on the beach I don't care about comments about your charm And if you need it I'll look for you To feel that sweet worthy heat  Whether in real life or in a dream I won't let you down I am so Joyful that it seems that Loving you is all I need


Johnny.

Clock Hands

Clock Hands

Some say that this clock won´t stop It´s got effective hands To unsettle a wise aged man
Like feathers
As light as white clouds Fallen from sky and roaming around Yet never coming down...

But it seems that something saves it all
Time flies like wind Time flies like birds And they all fly so fast

A feeling that hastens the pace my heart beat Yeah, something warms me up An everlasting bright flame

Well, it seems that something saves it all Yeah, it seems that something saves it all Yeah, it seems that love saves it all  You were given a small gift
Wrapped in silver and red packaging
Put inside a small case


John Ny/João.

The Blue

Full like the white color, from all colors, the most complete The blue Macaw will hopefully be Clearer and beautiful be the light But not rare May it bring us happiness indeed Blue be the ceiling of my house Like the heavenly atmosphere May the east yellow sun in its secondary color Shine here And life in progress like water In blue reflection flows into the ocean It still is Spring season Yeah! It is May the green forest and parrots In discreet shades, like the air, Ignite pulsating hearts And nature, the most beautiful example, Turns Winter into a mild season
These still are the early years
Hopefully Johnny.

Tomara

Tomara
Que o azul  Repleto como o branco, o mais completo
   esteja sempre aqui Que a luz seja mais clara e bela E não rara E que traga a alegria para "mim" Que o teto da minha casa
Seja o Azul celeste
E o sol do leste,
Cor primária,
Brilhe aqui
Que a vida em curso
como um rio
Desague no oceano
Refletindo o azul
E ainda é Primavera
Tomara que sim
Tomara!
Que o verde
Em tons discretos
Como o ar, inflame
Corações pulsantes
E a natureza,
O exemplo belo,
Faça do inverno
Uma estação suave
Se ainda é tenra a idade
Tomara que sim

Johnny.

Intrépida ao chão

Intrépida ao chão, De toda, o mais imaginado Presença nítida, Indomável, manchou seu coração Com um veneno escondido Seria melhor não ter sentido Tal sentimento Ofuscando um certo brilho Mas sua fúria se elevou Oh, ganância que derruba e cega?!?!
Sons, piadas, alguém disse Melhor que não se visse Aquela que caiu no chão Seu desfecho infalível Por anos de ganância e confusão

Eu desejo: se levante
Um conselho: se adiante
Até anti-heróis usam a mente

Mas você já está completa
De estranheza só se enche

Sua cabeça é uma semente
É! Parece (,) gente!
É só regar e cultivar...
É só regar e cultivar...
É só regar e cultivar...

Johnny.

Primavera dos Povos ( 1848/ por Johnny)

É alvorada, um oceano de alegrias
Período épico num turvo ciclo de Tragédias
O que enriquece e engrandece a humanidade
E que conduz a uma tarde de Verdade

É a claridade que se precisa pra enxergar
Um novo dia, novo trajeto a percorrer
Sem descansar numa lembrança recorrente
Que o amanhecer é agradável e vai voltar

E é alvorada o que te traz coragem
Disposição para fazer você pensar
Seguindo em frente enquanto há modo de se ver
O que te agrada sem te faltar tranquilidade

O entardecer, ruídos se aproximam
O anoitecer, e já não pode escutar
Se falta ânimo para que eu possa ficar firme
Sono profundo?
O amanhecer vai retornar

E vai voltar, a alvorada vai retornar
Um novo dia, seguindo rumo ao indefinido
Buscando sempre de um modo diferente
Um bom presente, o amor fraterno, inteligente


Johnny.